segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Quem será você?

R.C.M.,


             Criatura singular nos mais diversos sentidos. Vejo em ti características impostas apenas aos gênios poetas. Muito me lembras a adolescência diferenciada de certos escritores. Solidão e melancolia que, não sendo de todo o mal, lhe inspira e te faz grande. Sua confusão pessoal mais parece novela e, se divulgada, renderia, sem dúvidas, uma plateia digna de prêmio. De drama à comédia. Não negando que o lado dramático lhe custaria mais que dois terços de história.

Dom. Abelha. Amigos. Saúde. Paz. Camarão. Persuasão.
Raposa. Vice. Altruísmo. Pizza. Dejá vu. Número 10. 
Palavras. Patch. Confusão.  Silêncio. 
Mensagens e silêncio.

             Palavras aleatórias que te resumem de forma débil. Mas é assim, aleatoriamente que te faz diferente. Difícil de compreender, é aleatoriamente que faço presença, ora a distância ora tão próxima que levanta suspeitas. Suspeitas bobas, aposto.
         Quem será você? Vario minha opinião de anjo a demônio. Em um mês criastes tanto desconforto quanto sorriso. Não sei se lhe indico uma coroa ou uma terapia. No entanto, desejo que fiques. Não se deixe levar pelos ventos que afugentam ouro de mim. Senta aqui e seja doce. Em choros ou sorrisos escandalosos: Fique. Não me prometas a eternidade, mas o presente. Presente sendo presente. 
             Fique.
             (...)
             

Amanda Laryssa



             

6 comentários:

Marco disse...

ficou muito bem escrito. parabéns.

Natália Campos disse...

Muito bem escrito. Tens um vasto vocabulário. Quem bem escreve, muito lê. O que está lendo atualmente? Beijos, querida!

Ps.: feliz com o teu comentário em meu blog. :D

Bruna Bianconi disse...

Gente, você está de parabéns,como já falaram: muito bem escrito!

Beijo

Anônimo disse...

Incrível.
Simplesmente perfeito.
Além de seu amigo, o seu texto é digno de prêmio.
Muito bem escrito.
Parabéns.
Essa pessoa deve ser muito importante pra você. qual é o nome dele(a)?

Beijo, linda.
E o blog está evoluindo cada vez mais.

KGeo disse...

ficou muito bom o texto.

Sahara Higino disse...

"O amor e esse sentimento que nos enreda, é doce e louco, não? Que fique! Em sorrisos e náuseas; Faça de nós, não passarela mas, estradas."

Fico por seguir.
Abraços!