quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Tempo, tempo, tempo



Não sei se ainda posso esperar, o tempo é cruel ... ele pode amenizar e, assim até apagar qualquer sentimento. A vida é corrida, vai surgir novas oportunidades... não as quero mas acho que será preciso. Saudade? Isso já se tornou absurdo. Não sou fria o suficiente para esquecer. Podes achar que sou fraca mas não conhecesses o que já passei. Também não o obrigo, só aviso: o tempo pode ser mais forte que eu.


Amanda Laryssa

5 comentários:

Crispi. disse...

O tempo pode não ser a cura, mas é um ótimo remédio. Beijos!

O Despertar de um sonho disse...

O tempo não apaga, mas prioriza novas coisas...


http://odespertardumsonho.blogspot.com/

Fernando disse...

Olá, tudo bem? Passando para agredecer a visita no meu blog e o comentário.
Sim, sou do Maranhão!! Você também então né? De que cidade?
Se quiser me adicionar no msn fique a vontade:
fernando-aquino-08@hotmail.com

Abraços!

Vilma da Silva disse...

Ótimo texto, o tempo ensina.

sigo todos que me seguem.
http://cosmeticosbelezasaude.blogspot.com/

Leontyna Santos disse...

E é de tempo que precisamos. Tempo para ser feliz, tempo para viver, tempo para arriscar, tempo para curar...